Prece para eliminar a ansiedade

Ó grande e compassivo Buda!
Por favor, ouve com compaixão minha clemência por ajuda;
Por favor, ouve com simpatia meu apelo desesperado.
Minha mente é como um fio de seda emaranhado;
A menos que minha mente se liberte e que meus pensamentos sejam compreendidos,
Eu não consigo ficar livre.
Minha mente é como um barco abandonado à deriva;
A menos que eu encontre um porto seguro,
Irei afundar no mar do desespero.

Ó Buda!
Rezo a ti:
Por favor, livra-me desse infeliz apuro;
Por favor, guia-me para a libertação.

Ó grande e compassivo Buda!
Quero confessar-te minhas ofensas,
Quero mostrar-te todo o arrependimento sobre meus erros:
Não faço nenhum plano a respeito dos acontecimentos e,
Na vida, ando sem direção;
Todos os dias, caminho confuso e perturbado;
Ao conduzir-me pela vida, sou ignorante e inflexível;
Em meus pensamentos, sou incapaz de me adaptar às circunstâncias.

Por essa razão, pondero a respeito dos acontecimentos, sem saber o que fazer;
Meu coração está cheio de raiva, desconfiança, ganância e inveja;
Falta à minha mente fé e impulso para buscar a iluminação;
Durante o dia, me ressinto por causa de injustiças;
Fico ansioso e agitado;
Não tenho firmeza para superar meus próprios desejos;
Sou incapaz de agir de forma decidida.

Por essa razão, diante disso tudo,
Fico perturbado e não sei o que fazer;
Sei que todos os meus erros são causados por mim mesmo;
Sei que todo ressentimento e carma negativo são criados por mim mesmo.
No entanto, falta-me determinação para mudar;
Falta-me força para me arrepender.
Como resultado, fico confuso e acabo procrastinando,
Perco meu bom senso e desperdiço meu tempo precioso.

Ó Buda, rezo para que me auxilie com todo teu poder:
De hoje em diante,
Vou eliminar a estreiteza de raciocínio;
De hoje em diante,
Vou evitar o hábito da impaciência;
De hoje em diante,
Vou fazer da cooperação uma companhia constante;
De hoje em diante,
Vou desenvolver uma vida de otimismo.

Ó grande e compassivo Buda!
Há tantas e tantas pessoas neste mundo
tão nervosas e tão atrapalhadas quanto eu.
Conseqüentemente, algumas acabam perdendo o equilíbrio na vida
E cometendo erros irreversíveis.

Ó Buda! Rezo por tua contínua e grande proteção:
Para subjugar as forças demoníacas dentro de nossos corações;
Para eliminar o mau hábito da procrastinação;
Para reforçar nossa força e paciência para manter os preceitos.
Para nos ensinar técnicas sutis
De aquietar corpo e mente;
Para ajudar-nos a cultivar a concentração meditativa e a sabedoria prajna;
Para encher-nos de coragem para buscar o progresso, sem preguiça.
Para trazer à tona todo o espírito compassivo e de regozijo;
Para eliminar os três venenos da ganância, raiva e ignorância, que existem por incontáveis eras.

Ó grande e compassivo Buda,
Por favor, aceita minha prece mais sincera!
Ó grande e compassivo Buda,
Por favor, aceita minha prece mais sincera!

Ó grande e compassivo Buda!
Por favor, ouve com compaixão minha clemência por ajuda;
Por favor, ouve com simpatia meu apelo desesperado.
Minha mente é como um fio de seda emaranhado;
A menos que minha mente se liberte e que meus pensamentos sejam compreendidos,
Eu não consigo ficar livre.
Minha mente é como um barco abandonado à deriva;
A menos que eu encontre um porto seguro,
Irei afundar no mar do desespero.

Ó Buda!
Rezo a ti:
Por favor, livra-me desse infeliz apuro;
Por favor, guia-me para a libertação.

Ó grande e compassivo Buda!
Quero confessar-te minhas ofensas,
Quero mostrar-te todo o arrependimento sobre meus erros:
Não faço nenhum plano a respeito dos acontecimentos e,
Na vida, ando sem direção;
Todos os dias, caminho confuso e perturbado;
Ao conduzir-me pela vida, sou ignorante e inflexível;
Em meus pensamentos, sou incapaz de me adaptar às circunstâncias.

Por essa razão, pondero a respeito dos acontecimentos, sem saber o que fazer;
Meu coração está cheio de raiva, desconfiança, ganância e inveja;
Falta à minha mente fé e impulso para buscar a iluminação;
Durante o dia, me ressinto por causa de injustiças;
Fico ansioso e agitado;
Não tenho firmeza para superar meus próprios desejos;
Sou incapaz de agir de forma decidida.

Por essa razão, diante disso tudo,
Fico perturbado e não sei o que fazer;
Sei que todos os meus erros são causados por mim mesmo;
Sei que todo ressentimento e carma negativo são criados por mim mesmo.
No entanto, falta-me determinação para mudar;
Falta-me força para me arrepender.
Como resultado, fico confuso e acabo procrastinando,
Perco meu bom senso e desperdiço meu tempo precioso.

Ó Buda, rezo para que me auxilie com todo teu poder:
De hoje em diante,
Vou eliminar a estreiteza de raciocínio;
De hoje em diante,
Vou evitar o hábito da impaciência;
De hoje em diante,
Vou fazer da cooperação uma companhia constante;
De hoje em diante,
Vou desenvolver uma vida de otimismo.

Ó grande e compassivo Buda!
Há tantas e tantas pessoas neste mundo
tão nervosas e tão atrapalhadas quanto eu.
Conseqüentemente, algumas acabam perdendo o equilíbrio na vida
E cometendo erros irreversíveis.

Ó Buda! Rezo por tua contínua e grande proteção:
Para subjugar as forças demoníacas dentro de nossos corações;
Para eliminar o mau hábito da procrastinação;
Para reforçar nossa força e paciência para manter os preceitos.
Para nos ensinar técnicas sutis
De aquietar corpo e mente;
Para ajudar-nos a cultivar a concentração meditativa e a sabedoria prajna;
Para encher-nos de coragem para buscar o progresso, sem preguiça.
Para trazer à tona todo o espírito compassivo e de regozijo;
Para eliminar os três venenos da ganância, raiva e ignorância, que existem por incontáveis eras.

Ó grande e compassivo Buda,
Por favor, aceita minha prece mais sincera!
Ó grande e compassivo Buda,
Por favor, aceita minha prece mais sincera!

normalcase b04s bsd fwR tsN left show|tsN left fwR b02s uppercase show bsd|left fwR tsN show normalcase|||image-wrap|news c05 b01 bsd|uppercase c05 b01 bsd fwR|b01 c05 bsd uppercase|login news uppercase b01 bsd fwR c15|tsN uppercase c05|normalcase uppercase c05|content-inner||